Mural de avisos

Mural de avisos

Artes




TEXTO PARA OS 8ºS ANOS – 3º BIMESTRE-2015

ART NOUVEAU (NOVA ARTE FRANCESA) NO BRASIL

No final do século XIX na Europa,o Ecletismo (arte onde vários estilos estão em uma 

mesma obra de arte) foi superado por um novo estilo de arte, O ART NOUVEAU, cuja 

característica principal era A TENDÊNCIA DECORATIVA QUE VALORIZAVA OS 

ELEMENTOS ORNAMENTAIS DA ARQUITETURA.

No Brasil – São Paulo – encontra-se um exemplo significativo da arquitetura Art Nouveau: 

A VILA PENTEADO. Essa construção era a residência da família do Conde Álvares 

Penteado e hoje abriga a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. São inúmeros 

detalhes decorativos do prédio e que evidenciam os traços típicos da arquitetura Art 

Nouveau, como o desenho das portas e dos frisos das paredes. 

Além dos edifícios, era muito grande o número de objetos de decoração, como 

LAMPADÁRIOS, CASTIÇAIS E VASOS em estilo Art Nouveau. A Art Nouveau, de origem 

francesa primava pela riqueza de ornamentação, feita com desenhos de linhas sinuosas 

que reproduziam flores e folhas.

ARTISTA BRASILEIRO DO ART NOUVEAU – ELISEU VISCONTI. Esse artista renovou 

a pintura brasileira e foi o que mais se preocupou em criar objetos para essa arte 

decorativa no Brasil. Essa arte foi superada pela arte moderna brasileira a partir dos anos 

de 1920 e 1930

A Vila Álvares Penteado apresenta belíssimos revestimentos de madeira e sua parte 

externa é muito sóbria. No desenho do Edifício pode-se observar a austeridade e a 

simetria, com curvas nas grades de ferro e por sua decoração floral.

OBRA DE ELISEU VISCONTI – MORINGA DE CERÂMICA, 36 cm de altura, exposta no 

Museu Nacional de Belas Artes, RJ

ATENÇÃO: VER OS DESENHOS DA VILA PENTEADO E DA MORINGA DE 

CERÂMICA no Blog


Vera Lessa - Arte



ROTEIRO DO CATÁLOGO DE ARTE PARA OS 9ºS ANOS

TÍTULO: “MOVIMENTOS ARTÍSTICOS DO SÉCULO XX”

ORIENTAÇÕES PARA O TRABALHO EM GRUPO:

a) Máximo de 03 integrantes. O trabalho pode ser individual ou em dupla.

b) Pode ser manuscrito ou digitado. 

Manuscrito: Fazer margem de 2 cm do lado esquerdo das folhas e l,5 

nas outras partes das folhas.

Digitado: Digitar nas folhas em tamanho A4,  depois cortar as folhas já 

digitadas, no tamanho de um quadrado, na medida especificada no tem 

c). Não pode pregar nas folhas recortes de frases.

c) A medida do catálogo é:  21 cm x 21 cm (formando um quadrado)

d) A capa pode ser em qualquer tipo de papel, com desenhos, cópias de 

obras de arte do tema ou apenas o título do trabalho e a turma. MENOS 

EM PAPEL OFÍCIO. 

e) Não deve grampear o trabalho. Colar as folhas, uma a uma e depois  

colar  uma faixa  de l,5 cm, no lado esquerdo da capa, na vertical, 

conforme modelo apresentado em sala de aula.

f) Seguir rigorosamente todo o roteiro da capa.  Se cada integrante do 

grupo for digitar uma folha do trabalho, usar a mesma fonte e o mesmo 

tamanho da letra e as mesmas margens.

g) A pesquisa sobre o tema deverá ter, no mínimo, 30  linhas, constando a 

data do movimento artístico, o local, a contextualização  

(acontecimentos da época em que ocorreu o tema, os artistas principais, 

no mínimo três e principalmente “todas as características do movimento 

artístico pesquisado”.

h) Selecionar no mínimo 03 artistas (os principais) e escrever sobre cada 

um deles, falando tanto de sua vida e principalmente de seu trabalho 

como pintor, mencionando as características de sua obra e relacionando 

as obras (no mínimo 05 obras de cada artista).

i) Desenhar ou imprimir pelo menos uma obra de cada pintor; colocar o 

nome da obra; data da obra; tamanho; local onde se encontra exposta e 

características da obra. 

j) Na página onde serão colocados os nomes dos integrantes, favor 

escrever o nome completo do aluno (a), número e turma. Se o trabalho 

for digitado, os nomes não devem ser manuscritos.

k) Se o trabalho for manuscrito, todas as páginas devem ser manuscritas, 

inclusive a capa, e com as margens. Antes de começar o trabalho 

manuscrito, cortar e fazer as margens em todas as folhas, com lápis e 

depois de escrever nas folhas, fazer as margens com caneta preta ou da 

cor que preferir. Não deixar as margens em lápis. NÃO  ACEITAREI 

TRABALHO ESCRITO COM LÁPIS. Pode ser com caneta de qualquer 

cor. Cortar as folhas do mesmo tamanho, usando régua para medir cada 

l) Não se esquecer de colocar o nome da escola CEF15-TAGUATINGA, o 

nome da disciplina ARTE (e não ARTES) e o nome da professora: 

VERA LESSA, na folha correspondente.

m) Cada integrante deve pesquisar um artista e ficar responsável pela 

escolha da obra de arte (a obra de arte escolhida pode ser impressa ou 

desenhada e colorida com as cores da obra).

n) Cada parte do trabalho terá uma pontuação. O total da nota: 3,0 pontos, 

sendo que o coordenador do trabalho ganhará a nota 4,0 se o trabalho 

estiver dentro do roteiro.

o) Os integrantes de cada grupo devem entregar ao coordenador (a) sua 

parte no trabalho, no mínimo 08 DIAS antes da data de entrega do 

trabalho para a professora. Se o trabalho for digitado, como sugestão, o 

coordenador (a) pode digitar o trabalho para que fique mais organizado. 

Se o trabalho for manuscrito, DEVE SER ESCRITO, pelo coordenador 

(a) para evitar vários tipos de letras.

p) Se o trabalho for feito individualmente, o aluno (a) deverá pesquisar 03 

artistas do seu tema, bem como 03 obras, sendo uma de cada artista.

q) Se o trabalho for feito em dupla, os alunos (as) devem pesquisar 03 

artistas, bem como 03 obras, uma obra de cada artista.

Vera Lessa – Arte – 15 de agosto de 2015-08-15 

9º A – dia 10 de setembro                    9º E – dia 09 de setembro

9º B – dia 09 de setembro                    9º F – dia 09 de setembro

9º C – dia 08 de setembro                    9º G – dia 11 de setembro


                                                           9º H – dia 08 de setembro


CEF 15 TAGUATINGA – TEXTO PARA OS 9º ANOS – 3º BIMESTRE

ARTES VISUAIS – ABSTRACIONISMO

O Movimento artístico Abstracionismo foi desenvolvido na Europa no século XX, pelos artistas 

WASSILY KANDISKY, VLADIMIR TAUTLIN, NAUM GABO, PIERRE MONDRIAN, entre 

A principal característica da pintura abstrata é que ela NÃO REPRESENTA NADA DA 

REALIDADE QUE NOS CERCA, NEM NARRA FIGURATIVAMENTE ALGUMA CENA 

HISTÓRICA, LITERÁRIA, RELIGIOSA OU MITOLÓGICA.

Os historiadores consideram o pintor Wassily Kandisky (1866-1944 o iniciador da moderna 

pintura abstrata. O começo do trabalho de Kandisky é marcado pela obra de arte ‘BATALHA’, 

feita em 1910.

Outro artista – Vladimir Tatlin (1885-1956) impressionou-se com as colagens dos artistas 

cubistas. A partir de então começou a fazer pintura de relevo, usando materiais diversos. 

Começou a construir objetos a partir de vidro, metal e madeira. Suas obras eram 

completamente abstratas e foram a base para o movimento denominado Construtivismo. Os 

construtivistas usavam como matéria prima o metal em suas obras denominadas de “ 

construção” ou “esculturas”. O ABSTRACIONISMO tem duas fases:

O Abstracionismo informal onde predominam os sentimentos e emoções, onde as cores e 

as formas são criadas livremente, sugerindo associações com os elementos da natureza. 

Exemplo: OBRA ‘IMPRESSÃO.DOMINGO’, DE kANDINSKY, em 1910.

 O Abstracionismo Geométrico onde as formas e as cores devem ser organizadas de tal 

maneira que a composição resultante seja apenas a expressão de uma concepção 

geométrica.

As obras do pintor PIET MONDRIAN (1872-1974 são as mais representativas do 

Abstracionismo geométrico, pois, assim como Cèzanne, ele buscava o que existe de 

constante nos seres, apesar de eles parecerem diferentes. Segundo Mondrian, cada coisa, 

seja ela uma casa, uma árvore ou uma paisagem, possui uma essência que está por trás de 

sua aparência. E as coisas, em sua essência, estão em harmonia no Universo. O papel do 

artista, para ele, seria revelar essa essência oculta e essa harmonia universal.

Essa busca da estrutura oculta dos seres aparece na série de árvores que Piet Mondrian 

pintou entre 1908 e 1912. Em ÁRVORE VERMELHA, reconhecemos perfeitamente uma 

árvore apesar do uso arbitrário que o artista faz da cor vermelha. Nas obras ÁRVORE CINZA 

e ÁRVORE EM FLOR, Mondrian  se interessa pela árvore como um conjunto de linhas retas e 

curvas e no relacionamento desse conjunto com o todo da tela. 

Nas décadas de 1920 e 1930, as linhas diagonais e curvas desaparecem dos seus quadros, 

dando lugar somente às linhas  horizontais e verticais; estas, juntamente com as cores 

primárias, produzem estruturas claras, brilhantes e equilibradas. Mas o equilíbrio obtido em 

suas obras não é resultante da simetria, forma tradicionalmente usada para consegui-lo. Ao 

contrário, em Mondrian, o equilíbrio é resultado da assimetria.

Questionário sobre ABSTRACIONISMO

1.Quando e onde surgiu o movimento artístico Abstracionismo?

2.Quais os principais artistas do Abstracionismo?

3.Quais as características do Abstracionismo?

4.Qual foi o artista que iniciou o Abstracionismo?

5.Quais são as duas fases do Abstracionismo?

6.O que predomina no Abstracionismo Informal?

7.Mencione uma obra do Abstracionismo Informal e o nome do autor da obra

8.Quais são as características do Abstracionismo Geométrico?

9. Mencione as obras do Abstracionismo Geométrico e seu autor

10.Que tipo de obras de arte Piet Mondrian fez entre os anos de 1920 e 1930? Escreva o 


nome de sua principal obra onde o artista usou linhas diagonais e curvas e cores primárias.
https://goo.gl/photos/jjUyspzoxntL1Jws6


MOVIMENTO ARTÍSTICO DO SÉCULO XX – DADAÍSMO

Na Primeira Grande Guerra Mundial (1914-1918 muitos artistas foram para o exílio.

O escritor e performer alemão Hugo Ball foi para a Suiça e em maio de 1916, com

um grupo de outros artista expatriados, abriu, em Zurique, a casa noturna CABARET

VOLTAIRE, que se tornou o palco para a primeira performance dadaísta. A Ball,

uniu-se seu amigo e poeta Richard Huelsenberg também de origem alemã, e foi

durante a busca de um nome incomum para um de seus números de cabaré que os

dois se depararam com a palavra DADÁ – que significa CAVALINHO DE PAU em

francês, e usaram para batizar o movimento. Eles se tornaram conhecidos por suas

performances barulhentas e provocativas. Em 1916 Ball apareceu no palco usando

um traje de metal brilhante e um chapéu cônico para anunciar um novo gênero

poético, os poemas sonoros que consistiam em sílabas e sons.

O Dadaísmo chegou a Ney York com o franceses Marcel Duchamp e Francis

Picabia que se mudaram para a cidade em l915. Lá, conheceram Man Ray e juntos

começaram a realizar obras que questionavam as atitudes em relação ao processo

artístico. Marcel Duchamp levou o dadaísmo ao extremo com seus ready-mades –

objetos funcionais fabricados industrialmente e exibidos com pouca ou nenhuma

alteração. O mais famoso é “Fonte”, um mictório deitado sobre um pedestal com a

assinatura “R.Mutt”, uma firma de engenheiros sanitários. O artista inscreveu essa

peça em uma exposição organizada pela Sociedade de artistas independentes em

New York, na qual foi colocada atrás de uma tela. O Dadaísmo questionava o

propósito da arte e seu valor cultural. Duchamp questionava o que constituía a obra

de arte e – em uma sociedade materialista – atacava as noções de valor material.

A FEIRA DE ARTE DADÁ EM BERLIM

Embora os dadaístas professassem a antiarte, em 1920 organizaram a “Erste

Internationale Dada-Messe” (Primeira Feira Internacional Dadaísta), como uma

paródia das feiras de arte comerciais. Foi realizada em Berlim, na Galeria do

marchand Otto Burchard, e a capa de seu catálogo foi composta por John Heartfield.

Ao todo, 174 obras foram expostas em dois salões. Suspenso no centro de um deles

estava a obra de Rudolf Sclichter, arcanjo prussiano (1920) um manequim de

alfaiataria vestido em um uniforme de oficial alemão, com uma cabeça de porco feita

em papel-machê. Era um ataque pungente ao militarismo das autoridades

germânicas, que os artistas acreditavam ter sido o que levou o país à Primeira

Guerra Mundial e foi considerado um insulto. Em 1921, os artistas foram julgados

por difamar os militares, mas o juiz aceitou a tese de que se tratava de uma

brincadeira e eles não foram presos.


Professora Vera Lessa - As atividades de Arte para os alunos dos oitavos e nonos anos

SURREALISMO

O Movimento surrealista surgiu em Paris no começo da década de 1920 

para se tornar uma das mais importantes tendências artísticas do século.

A palavra surrealista (super realidade) foi utilizada, pela primeira vez, em

1917 pelo poeta e crítico de arte Apollinaire.

Os artistas surrealistas acreditavam que o propósito da criatividade era

libertar o inconsciente; que a humanidade tinha uma preocupação natural

com os três fundamentos da existência – sexo, violência e morte – e que

era impossível agir instintivamente na sociedade ocidental “organizada”.

Como arte, o Surrealismo valorizou o bizarro, o que chamaríamos de

Desses movimentos participaram vários artistas como MAX ERNST,

PAUL KLEE, JOAN MIRÓ, RENÉ MAGRITE, SALVADOR DALI, entre

O Surrealismo valorizou as novas teorias sobre o ser humano que a

Psicologia estava desenvolvendo na época, tais como a existência do

inconsciente e a possibilidade de se interpretar os sonhos, por exemplo.

O poeta e escritor André Breton liderou a criação desse movimento e

escreveu o seu primeiro manifesto, em que associa a criação artística do

automatismo psíquico puro. Desta associação resulta que as obras

criadas nada devem à razão, à moral ou à própria preocupação estética.

Para os surrealistas, a obra de arte não é o resultado de manifestações

racionais e lógicas do consciente. Ao contrário, são as manifestações do

subconsciente, absurdas e ilógicas, como as imagens dos sonhos e das

alucinações que produzem as criações artísticas mais interessantes.

Salvador Dali – é o surrealista mais conhecido, com suas obras “A

PERSISTÊNCIA DA MEMÓRIA” e a “CEIA”. Ele criou o conceito de

paranóia crítica para referir-se à atitude de quem recusa a lógica que

rege a vida comum das pessoas. Segundo o próprio pintor, é preciso

contribuir para o total descrédito da realidade.

Principal obra “MAE WEST” (1934-1936) representa a atriz norte-

americana conhecida principalmente por suas interpretações nos filmes

de western. Salvador Dali a reproduziu como se fosse uma fotografia

inexpressiva. Converte-a num salão  em que a cortina, o sofá, a lareira e

os quadros são, respectivamente, os cabelos, a boca, o nariz e os olhos

Os Surrealistas, em seu afã de descobrir novos estados mentais,

realizavam experiências com hipnose, drogas, álcool, sessões espíritas e

transes. Faziam jogos de respostas rápidas para revelar associações ocultas de

palavras e escreviam poemas minimamente premeditados em sessões de

“escrita automática”. Também contavam seus sonhos e os analisavam

coletivamente enquanto discutiam os escritos psicanalíticos de Freud.

Obra de Marc Chagall “O VIOLINISTA VERDE” (1923)

Salvador Dali (1904-1989) foi um artista espanhol que, desde o começo

de seus estudos, mostrou um impressionante domínio técnico da pintura.

Também foi gravador, cenógrafo, ilustrador, desenhista de objetos, fez

até filmes. Exerceu uma grande influência para muitos artistas até hoje.

Estudou arte em Madri e Barcelona, na Espanha, período em que

assimilou um grande número de estilos e técnicas. No fim da década de

1920 estudou a teoria do famoso psicanalista Freud e a significação do

imaginário inconsciente, que foi importante para desenvolver o seu estilo.

Afiliou-se ao movimento surrealista e é o artista desse movimento, mais

conhecido no mundo todo, apesar de ter sido expulso dele por seu

trabalho se tornar muito acadêmico. Seus trabalhos se encontram em

museus e coleções particulares no mundo todo.

SURREALISMO NO BRASIL

O Surrealismo influenciou muitos artistas no mundo todo e também no

Brasil onde não tivemos um movimento organizado que publicasse

manifestos ou fizesse suas próprias exposições. Mesmo assim, muitos

artistas brasileiros se interessaram por esse tipo de arte, como SIRON

SIRON FRANCO – artista brasileiro, do Surrealismo

Siron Franco, pintor e criador de esculturas e obras públicas, conhecido

por sua motivação em temas da realidade política e ambiental brasileira.

Nasceu em Goiás Velho, mudou-se para Goiania onde estudou na Escola

de Belas Artes da Universidade Católica, como ouvinte. Depois

freqüentou ateliês de artistas como Walter Lewy. Participou, em l975, de

uma exposição de Surrealismo e arte fantástica em uma galeria de arte

em São Paulo. Recebeu como prêmio uma viagem a Europa que lhe

permitiu morar em algumas das principais cidades, como Paris-França.

Fez projetos de interferências em espaços urbanos, documentários e

ilustrações para vários livros. Seu trabalho se situa entre o figurativo e o

abstrato. Com mais de três mil peças criadas, participou de exposições

de arte no Brasil e no exterior.

Obra: Salomé no Rio (óleo sobre tela) em 1985.


ARTE NA AMÉRICA LATINA EM OBRAS DE

FRIDA KAHLO, DIEGO RIVERA, JOSÉ

CLEMENTE OROZCO E OUTROS

 ARTE MEXICANA

Contexto histórico: 1910 -  A revolução

Mexicana começou com o povo exigindo terra

e liberdade. Surge um grande revolucionário –

Emiliano Zapata.

Nos anos que antecederam a Revolução

Mexicana (1910 a  1920) surgiu no México um

movimento satírico-antigovernista que

combinava arte e ilustração de maneira

polêmica e sensacional. Uma de suas mais

elevadas expressões são as sátiras políticas

de Jose Guadalupe Posada. Posada fez um

rico material para a sátira e inspirou várias de

suas ilustrações: capas de livros e quadrinhos

em jornais populares. A CAVEIRA DA

CATRINA, uma socialite esquelética com um

ostentoso chapéu  é uma imagem bizarra, mas

exemplar, que aparece com freqüência nas

comemorações do dia dos finados.

OS MURAIS MEXICANOS – O muralismo

estabeleceu-se no México como forma de arte.

Pinturas em paredes fizeram parte da cultura

Maia, decoravam as igrejas barrocas

espanholas e foram usadas como arte

folclórica nas pousadas e hospedarias

mexicanas. O auge dos murais mexicanos

ocorreu entre os anos de 1920 a 1930. Os

principais muralistas foram: José Orozco,

David Siqueiros e Diego Rivera, conhecidos

como OS TRES GRANDES.

José Orozco teve experiência direta com as

guerras revolucionárias que sacudiram o

México entre 1910 e 1920. Boa parte de sua

arte, focada no sofrimento do povo mexicano,

tem um tom melancólico. Seu mais ambicioso

mural ‘O ÉPICO DA CIVILIZAÇÃO

AMERICANA’ tem 24 painéis concebidos

como uma “representação de um continente

caracterizado por uma dualidade de

experiências históricas – indígena e européia.

O painel AMERICA ESPANHOLA mostra o

rebelde mexicano Emiliano Sapata isolado

entre políticos corruptos enquanto um general

do Exército se prepara para apunhalá-lo pelas

costas. A obra é vigorosa em seu contexto.

Diego Rivera passou um tempo de sua vida

em Paris, onde se interessou em fazer obras

cubistas sintéticas. Em 1920 ficou bem

conhecido como o principal artista do

muralismo mexicano. Seu primeiro e principal

mural foi feito para o Ministério da Educação

do México, onde apresentava a vida, as lutas e

as conquistas do povo mexicano. Depois fez

outro mural HISTÓRIA DO MÉXICO. Rivera

tinha um extraordinário domínio das técnicas

clássicas e modernas e destacava-se entre os

três grandes muralistas do Mexico.

Obra importante: A VENDEDORA DE

FLORES – tema composto de copos-de-leite

que irradiam da cesta em vivido explendor

acentuado pelo fundo escuro. Longe de

oprimida pelo peso de suas flores, a

vendedora rende tributo ao povo indígena do

México, exaltado por sua diligência e seu

trabalho em harmonia com a terra. As mãos,

os pés e a calva do marido da vendedora,

aparecendo por trás da cesta, dão ao quadro

um toque cômico.

A maior parte do muralismo mexicano é

realista para assegurar que as pinturas sejam

acessíveis ao público.

Os murais de Siqueira se distinguem por

grande dinamismo, cores fortemente

contrastantes e expressivo chiaroscuro.  Sua

técnica é a piroxilina aplicada com pistola,

empregada pela primeira vez em 1933. Várias

de suas obras, como a série de murais PELA

TOTAL SEGURANÇA NO TRABALHO DE

TODOS OS MEXICANOS, refletem

claramente sua estreita aliança com os

trabalhadores industriais mexicanos.

Frida Kahlo, esposa e eterna musa de Diego

Rivera, adotou como tema, na maioria das

vezes, a sua realidade pessoal. Gravemente

ferida em um acidente de carro quando

menina, Frida aprendeu a pintar por conta

própria enquanto se recuperava. Frida difundiu

um complexo simbolismo a sua obra posterior,

fazendo referência à si mesma e a seu país

em pinturas como AUTORRETRATO COM

COLAR DE ESPINHOS E BEIJA-FLOR.

O estilo cuidadoso de Frida, suas estranhas

justaposições e sua capacidade de tornar

comum o extraordinário levaram muitos

críticos a classificá-la como surrealista,

qualificativo que ela rejeitava dizendo

ironicamente que só ficou sabendo disso

quando André Breton, o mais importante

defensor do Surrealismo foi ao México em

1930 e disse a ela.


MOVIMENTO ARTISTÍCO DO SÉCULO XX – A OP-ART

Na segunda metade do século XX,  com os grandes centros urbanos europeus

já recuperados dos danos causados pela Segunda Guerra Mundial, as

indústrias voltaram a ter a sua capacidade de produção redobrada, colocando

no mercado artigos que foram largamente consumidos pelos habitantes das

cidades, que cresciam sem parar. Foi dentro desse contexto social que

ganharam força dois modos de expressão artística conhecidos como OP ART

E POP ART.

OP ART – A arte deveria simbolizar a possibilidade constante de modificações

da realidade em que o homem vive. A OP  ART signifca Arte Óptica. O seu

precursor é Victor Vasarely (1908) criador da PLÁSTICA DO MOVIMENTO.

As obras da OP ART  apresentam diferentes figuras geométricas, em preto e

branco ou coloridas, combinadas de tal modo que provocam no espectador

sensações de movimento. Além disso, se o observador mudar de posição, terá

a impressão de que a obra de arte se modifica: os traços se alteram e as

figuras se movimentam, formando um novo conjunto pictórico.Trata-se de uma

arte que, da mesma forma que a vida contemporânea, está em constante

alteração.

As pesquisas de sugestão do movimento a partir das sensações ópticas

desenvolveram-se principalmente na década de 1960 e tiveram sua maior

manifestação pública na exposição coletiva denominada THE RESPONSIVE

EYE, realizada em 1965, no Museu de Arte Moderna de New York. (MOMA)

Essa concepção da plástica do movimento propiciou a invenção de MÓBILES

por Alexander Calder que associou os retângulos coloridos das telas de

Mondrian à idéia de movimento. Os primeiros trabalhos de Alexander Calder

eram movidos manualmente pelo observador. Mas, depois de 1932, ele

verificou que se mantivesse as formas suspensas, elas se movimentariam pela

simples ação das correntes de ar.

Obra de Alexander Calder ‘MÓBILE EM DOIS PLANOS’ 


POP ART

A palavra Pop foi usada publicamente pela primeira vez no âmbito das

artes visuais num quadro exibido na Galeria Witechapel de Londres,

Inglaterra, em 1956. Ela vinha estampada num avantajado pirulito

vermelho trazido à altura dos genitais por um fisiculturista seminu na

colagem intitulada O QUE É QUE TORNA OS LARES DE HOJE TÃO

DIFERENTES E ATRAENTES? Quase todas as figuras dessa espirituosa

colagem foram tiradas de revistas americanas. O artista responsável por

ela – RICHARD HAMILTON (nascido em 1922) – era membro de um

movimento informal de críticos, pintores, arquitetos , escultores e

acadêmicos britânicos conhecidos como O GRUPO INDEPENDENTE

que se reuniu pela primeira vez em 1922 no Instituto de Artes

Contemporâneas de Londres para discutir o interesse comum pela cultura

de massa americana contemporânea de propaganda e embalagens à

música popular, revistas e histórias em quadrinhos.

A exposição de Whitechapel ‘ISTO É AMANHÃ’  tanto celebrava a cultura

popular comercial – utilizando efeitos como uma jukebox tocando o tempo

todo – como expunha obras de artistas que, como Hamilton, tinham um

pé na tradição das belas artes, mas se interessavam pelas imagens e

técnicas da cultura de massa. Hamilton assim enumerou as

características da arte que apreciava: “ popular” (feita para o grande

público) efêmera (extinta em curto prazo) descartável (facilmente

esquecível) barata, produzida em massa, jovem (dirigida para a

juventude) espirituosa, sexy, macetada, glamourosa, big  business.

Em 1956, a Pop Art era uma tendência cuja época – e cujo nome,

também – ainda não havia chegado. Muito embora o crítico de arte

britânico Lawrence Alloway (que mais tarde teria imensa influência na

Pop Art americana) já usasse o termo em 1958, o mundo artístico

internacional, indiferente, tardava em compreendê-lo. Dominado na

época pelo expressionismo abstrato americano, ele quase não dava

atenção a outras coisas, muito menos a uma nova e obscura forma de

arte britânica. Nos Estados Unidos, porém, desenvolvimentos

independentes e paralelos ocorridos ao longo da década começaram a

contestar a hegemonia do expressionismo abstrato revelando obras com

conotações pó. Ironicamente, o movimento seria mais tarde descrito, de

maneira equivocada, como uma invenção americana. As obras de

JASPER  JOHNS (nascido em 1930) – como os quadros da bandeira dos

Estados Unidos da sua série BANDEIRA, iniciada na década de l950 – e

de Robert Rauschemberg (1925-2008) – cujas colagens e

“combinados”tridimensionais juntaram ilustrações de revistas a símbolos

do consumo de massa como garrafas de Coca-cola – traziam um novo

tipo de imagem para a Arte americana.

O súbito florescimento da POP ART como um fenômeno artístico e

midiático onipresente nos dois lados do Atlântico aconteceu no começo

da década de l960. No Reino Unido, o momento crítico foi a exposição

“JOVENS CONTEMPORÂNEOS”, em 1961, que colocou à vista do

público artistas como David Hockney (nascido em 1937), Peter Blake e

Derek . Nos Estados Unidos, l962 foi o ano crucial, com as primeiras

exposições de futuros expoentes da Pop Art como ROY LICHTENSTEIN,

TOM WESSEMAN e ANDY WARHOL. Num primeiro momento, os

cartuns intensamente coloridos do LICHTENSTEIN, como “Whaam!”

(1963) e as reproduções em silkscreen de ANDY WARHOL, como “Lata

de Sopa Campbell”, foram recebidos como incompreensão. Ao mesmo

tempo, o escultor americano de origem sueca CLAUS OLDENBURG,

expunha imensas telas hiperrealistas e versões de objetos corriqueiros

em espuma de borracha – como o “Hamburger gigante” – também

identificados como Pop Art.

Esquerdistas críticos do capitalismo ou estetas em conflito com a

vulgaridade da sociedade moderna, os consumidores tradicionais das

belas artes desconfiavam da adoção, pela Pop Art, do que Lichtenstein

chamou de “os traços mais descarados” da cultura comercial de massa

contemporânea. A cultura popular dominada pelo dinheiro era

exatamente aquilo a que os verdadeiros artistas deveriam se opor. A

futura esposa de John Lennon, Yoko Ono, admitiu mais tarde que a

atitude da vanguarda artística (da qual fazia parte) para com a cultura

popular dominante antes da revolução da Pop Art era:  “Nós rejeitamos

consciente e decididamente Elvis e o rock and roll... estávamos

interessados em arte”. Alloway, por sua vez, assim expressou a posição

vigente nos círculos da Pop Art. “Não compartilhamos a antipatia da

maioria dos intelectuais pela cultura comercial, nós a aceitamos como um

fato, a discutíamos  em detalhes e a consumíamos com prazer.

Alguns artistas Pop, no entanto, criavam obras passíveis de serem

interpretadas como críticas à moderna sociedade de consumo. “ a

primeira escova de dente” (1962) do pintor britânico Boshier, parte de

uma série de trabalhos inspirados por um comercial de TV para uma

pasta de dentes listrada, parecia criticar a propaganda e a sociedade de

consumo.
 ARTE – VESPERTINO

QUESTIONÁRIO SOBRE O TEXTO; MÚSICA – PARA TODAS AS TURMAS
  1. Como o SOM é formado e de que forma ele se propaga?
  2. Quais são as características do Som?
  3. Qual é a característica do SOM que determina se é som grave ou agudo?
  4. Quanto menor for o número de vibrações, como será o som?
  5. Uma nota tocada em um piano pode ter um som________ou ________, dependendo do que?
  6. O que representa a INTENSIDADE em uma música? Como é interpretada por nossos ouvidos?  
  7. O que é TIMBRE? Exemplifique
  8. Como podemos definir MÚSICA?
  9. Como os indianos entendem a música e como eles fazem suas músicas?
  10. O  que é SITAR?
  11. Qual a Banda Musical de Rock, dos anos 1960 que utilizaram o SITAR em suas composições musicais?
  12. Qual o nome do integrante da Banda The Beatles que aprendeu a tocar o SITAR e usou o instrumento em uma de suas músicas?
  13. Quais são as notas musicais?
  14. Para que serve uma Partitura Musical?
  15. Quantas linhas e quantos espaços tem uma Pauta musical e para que serve a pauta?
  16. Como são contadas as linhas e os espaços de uma pauta musical ?
  17. O que significam as duas linhas verticais e paralelas colocadas em uma pauta musical de uma música?
  18. Como a MÚSICA pode ser dividida?
  19. Qual a importância do RITMO em uma música?
  20. Como a MELODIA é feita?
  21. O que representa a Harmonia quando uma música é tocada em algum instrumento musical?

Vera Lessa, Junho de 2015


ARTE – VESPERTINO
MOVIMENTO ARTÍSTICO DO SÉCULO XX – CUBISMO
O  CUBISMO foi um movimento artístico desenvolvido na Europa, no início do século XX, influenciado pelas obras do pintor do Impressionismo e Pós-Impressionismo Paul Cèzanne. Cèzanne iniciou as obras de arte que influenciaram a Arte Moderna do século XX.
Os Cubistas foram mais longe do que Cézanne. Passaram a representar os objetos com TODAS AS SUAS PARTES NUM MESMO PLANO. É     como se eles estivessem abertos e apresentassem todos os seus lados no plano frontal em relação ao espectador. Essa atitude de DECOMPOR os objetos não tinha compromisso de fidelidade com a aparência real das coisas. Significava o ABANDONO DA BUSCA DA ILUSÃO DA PERSPECTIVA ou das três dimensões dos seres.
Os pintores do Cubismo são: PABLO PICASSO, GEORGES BRAQUE e FERNAND LÉGER. O fundador do Cubismo foi Pablo Picasso.
PABLO PICASSO, pintor espanhol, viveu 92 anos dedicados à pintura. No início de sua carreira passou por duas fases importantes de sua carreira. A primeira chamada de FASE AZUL (1901-1904) que representa a TRISTEZA e a MELANCOLIA dos mais pobres, e a FASE ROSA, em que faz diversas obras sobre atores de circo como ACROBATAS e ARLEQUINS, fase considerada de maior tranqüilidade para o artista.
INFLUENCIA DA ARTE AFRICANA NO CUBISMO DE PABLO PICASSO
Depois de conhecer a arte africana e compreender que o artista negro não pinta ou esculpe de acordo com as tendências de um determinado movimento estético, mas com uma liberdade muito maior, PICASSO desenvolveu uma verdadeira revolução na arte.
OBRA DE PICASSO: ”LES DEMOISELLES D´AVIGNON (1907). Com essa obra o artista começa a elaborar a estética cubista que se fundamenta na DESTRUIÇÃO DA HARMONIA CLÁSSICA DAS FIGURAS E NA DECOMPOSIÇÃO DA REALIDADE.
Picasso começa a voltar sua atenção para o homem europeu envolvido em conflitos que desembocarão nas guerras da década seguinte – PRIMEIRA GRANDE GUERRA MUNDIAL EM 1914.
OBRA DE PICASSO: “GUERNICA” – Em 1937 Picasso pinta o seu mais famoso mural em que representa,com veemente indignação, O bombardeio da cidade espanhola de GUERNICA, responsável pela morte de grande parte da população civil formada por crianças, mulheres e trabalhadores.
GEORGES BRAQUE: Também renovou a arte do século XX ao considerar a pintura como uma obra diferente de uma descrição objetiva da realidade.
Principal obra de Braque: CASAS DE ESTAQUE (1908)
FÈRNAND LÉGER: Léger : As obras de Léger apresentam um desenho geometrizado. Sua pintura é importante pelo seu significado, pois representa o otimismo, diferente do significado das obras de Picasso e Braque. Léger mostra em suas obras que a máquina e o trabalho dos homens na produção industrial são formas de construir um mundo novo, como pode-se ver na sua obra
OBRA DE LÉGER: “ELEMENTOS MECÂNICOS”

 ARTE – VESPERTINO
MOVIMENTO ARTÍSTICO DO SÉCULO XX – CUBISMO
O  CUBISMO foi um movimento artístico desenvolvido na Europa, no início do século XX, influenciado pelas obras do pintor do Impressionismo e Pós-Impressionismo Paul Cèzanne. Cèzanne iniciou as obras de arte que influenciaram a Arte Moderna do século XX.
Os Cubistas foram mais longe do que Cézanne. Passaram a representar os objetos com TODAS AS SUAS PARTES NUM MESMO PLANO. É     como se eles estivessem abertos e apresentassem todos os seus lados no plano frontal em relação ao espectador. Essa atitude de DECOMPOR os objetos não tinha compromisso de fidelidade com a aparência real das coisas. Significava o ABANDONO DA BUSCA DA ILUSÃO DA PERSPECTIVA ou das três dimensões dos seres.
Os pintores do Cubismo são: PABLO PICASSO, GEORGES BRAQUE e FERNAND LÉGER. O fundador do Cubismo foi Pablo Picasso.
PABLO PICASSO, pintor espanhol, viveu 92 anos dedicados à pintura. No início de sua carreira passou por duas fases importantes de sua carreira. A primeira chamada de FASE AZUL (1901-1904) que representa a TRISTEZA e a MELANCOLIA dos mais pobres, e a FASE ROSA, em que faz diversas obras sobre atores de circo como ACROBATAS e ARLEQUINS, fase considerada de maior tranqüilidade para o artista.
INFLUENCIA DA ARTE AFRICANA NO CUBISMO DE PABLO PICASSO
Depois de conhecer a arte africana e compreender que o artista negro não pinta ou esculpe de acordo com as tendências de um determinado movimento estético, mas com uma liberdade muito maior, PICASSO desenvolveu uma verdadeira revolução na arte.
OBRA DE PICASSO: ”LES DEMOISELLES D´AVIGNON (1907). Com essa obra o artista começa a elaborar a estética cubista que se fundamenta na DESTRUIÇÃO DA HARMONIA CLÁSSICA DAS FIGURAS E NA DECOMPOSIÇÃO DA REALIDADE.
Picasso começa a voltar sua atenção para o homem europeu envolvido em conflitos que desembocarão nas guerras da década seguinte – PRIMEIRA GRANDE GUERRA MUNDIAL EM 1914.
OBRA DE PICASSO: “GUERNICA” – Em 1937 Picasso pinta o seu mais famoso mural em que representa,com veemente indignação, O bombardeio da cidade espanhola de GUERNICA, responsável pela morte de grande parte da população civil formada por crianças, mulheres e trabalhadores.
GEORGES BRAQUE: Também renovou a arte do século XX ao considerar a pintura como uma obra diferente de uma descrição objetiva da realidade.
Principal obra de Braque: CASAS DE ESTAQUE (1908)
FÈRNAND LÉGER: Léger : As obras de Léger apresentam um desenho geometrizado. Sua pintura é importante pelo seu significado, pois representa o otimismo, diferente do significado das obras de Picasso e Braque. Léger mostra em suas obras que a máquina e o trabalho dos homens na produção industrial são formas de construir um mundo novo, como pode-se ver na sua obra
OBRA DE LÉGER: “ELEMENTOS MECÂNICOS”

A ARTE AFRICANA
No século XVI, chegaram à Europa alguns objetos da arte africana que foram consideradas apenas como OBJETOS EXÓTICOS. A expansão do domínio colonial europeu na África,que se deu de forma mais intensa no final do século XIX, contribuiu para o aumento do contato da Europa com a arte africana e motivou diversas pesquisas antropológicas sobre os povos e as culturas africanas. Como resultado, a ARTE AFRICANA FOI CLASSIFICADA COMO OBRAS NATURALISTAS, EXPRESSIONISTAS E ABSTRATAS. Essa classificação, no entanto, não são corretas, pois a arte africana nunca se organizou em tendências ou movimentos estéticos.
Atualmente considera-se de grande importância a escultura africana, como as terracotas, os trabalhos em bronze ou madeira da Nigéria, da Costa do Marfim ou do Zaile.
É importante frisar que os africanos fazem objetos belos, perfeitos,com muita dedicação, não para serem admirados como obras de arte e sim como uma arte dedicada à suas crenças religiosas. A maioria dos objetos são para uso em suas casas ou nas cerimônias – As obras africanas mais importantes são as MÁSCARAS AFRICANAS, as quais serviram de inspiração para as obras cubistas de Pablo Picasso.


QUESTIONÁRIO SOBRE CUBISMO – TURMAS DOS 9 ANOS
1.Quando e onde o Movimento Artístico CUBISMO foi realizado?
2.Quais são os principais pintores do Cubismo?
3.O Cubismo sofreu influência da obra de qual artista do Impressionismo?
4.Quais as são as características da arte cubista?
5.Quais são as duas fases da arte de Pablo Picasso? Explique cada uma delas.
6.Quais são as duas principais obras de Pablo Picasso após as fases azul e rosa?
7.Descreva a obra “Les Demoiselles d avignon” de Pablo Picasso
8. Descreva o obra GUERNICA de Pablo Picasso e o motivo pelo qual ele fez essa obra de arte.
9.Escreva a obra de Georges Braque
10. Qual a característica diferenciada das obras de arte de Férnand Léger, em relação aos seus colegas?
11. Como a arte africana foi considerada pelos invasores europeus ao continente africano, a partir do século XVI?
12.Qual o objetivo mais importante da arte africana para os povos africanos?
13.Qual tipo de obra africana influenciou o trabalho artístico de Pablo Picasso?


ARTE VESPERTINA
QUESTIONÁRIO SOBRE A MISSÃO FRANCESA NO BRASIL NO SÉCULO XIX
  1. Quando e onde a Família Real Portuguesa chegou ao Brasil?
  2. Por qual motivo a família Real Portuguesa mudou-se para o Brasil no século XIX?
  3. Quais as reformas que D.João VI fez na cidade do Rio de Janeiro no século XIX e em qual estilo artístico?
  4. Quando a Missão Francesa chegou ao Brasil e qual a finalidade da vinda dos artistas franceses ?
  5. Quem chefiou a Missão Francesa?
  6. Quais os outros artistas que fizeram parte da Missão Francesa?
  7. O que esse grupo de artistas organizou, em l816, na cidade do Rio de Janeiro?
  8. Quem foi Nicolas-Antoine Taunay ?
  9. Quais são as suas obras mais famosas feitas no Brasil?
  10. Quem foi DEBRET e o que ele fez de importante no Brasil?
  11. Qual o trabalho mais conhecido que Debret fez sobre o Brasil?
  12. Na arquitetura, o que a Missão Francesa desenvolveu?
  13. Qual a diferença entre Arte Barroca e Arte Neoclássica?
  14. Quem foi o principal arquiteto da Missão Francesa e qual sua principal obra?
  15. Quais são os outros edifícios neoclássicos de autoria de Montigny?
  16. Quais são os dois primeiros e importantes artistas brasileiros que estudaram na Escola Imperial de Belas Artes da Missão Francesa?
  17. Quem foi Manuel de Araújo Porto Alegre?
  18. Quem foi Rugendas e qual sua obra importante no Brasil?


Professora Vera - As atividades de Arte para os alunos dos oitavos e nonos anos.


Conteúdos Bimestrais 2015


1ºBimestre


Profª. Isis- 6º anos





Egito


_ Grécia


_ Roma





Profª Isis- 7º Ano



_ Renascimento


_ Barroco


_ Rococó



 Profª Vera Lessa 8º anos


ARTES VISUAIS
  1. Influência da Arte desenvolvida no Brasil nos séculos XVIII e XIX na arte contemporânea brasileira
  2. Impressionismo
  3. Fotografia – surgimento da fotografia no Brasil e sua importância na arte do século XX
  4. Elementos fundamentais de uma obra de Arte
  5. Noções de perspectiva, linhas,forma, simetria,cores
TEATRO:
  1. História do Teatro, tipos de peças teatrais, personagens, diferença entre Arte Teatral e Arte dramática
  2. Representação em Jogral de um trecho de uma poesia de Carlos Drummond de Andrade
MÚSICA
  1. Catálogo de Arte com o tema ; GENEROS MUSICAIS
História da música brasileira

 Profª Vera Lessa 9º anos

  
ARTES VISUAIS
  1. Relação entre arte e mercado
  2. Influência da Arte do século XIX nas atividades artistas contemporâneas 
  3. Fotografia: Pontilhismo
  4. Cor, luz e e cor pigmento 
  5. Principais elementos de uma obra de arte
TEATRO
  1. História do Teatro (teoria e prática)
    Trabalho individual sobre a História do Teatro onde cada aluno vai pesquisar um teatrólogo)
    Atividade em grupo – Jogral com um trecho de uma peça teatral.
MÚSICA
   1. Catálogo de Arte com o tema: GÊNEROS MUSICAIS
                      Trabalho em grupo – cada grupo vai fazer um catálogo com um                           gênero musical

FOTOGRAFIA
  1. História do surgimento da fotografia no Brasil e sua importância na Arte
  2. Trabalho fotográfico com o tema ÁGUA.

2º Bimestre 

Profª Isis - 6º anos

  1. Arte Bizantina 
  2. Arte Indígena

Profª Isis - 7º anos

  1. Missão Artística Francesa 
  2. Arte Gótica
 Profª Vera Lessa - 8º anos 
              ARTES VISUAIS

1.AMBIENTE CULTURAL ARTÍSTICO NO SÉCULO XIX E XX NO BRASIL

A) Missão Francesa –  Arte Neoclássica

B) Arte no Brasil nas décadas de 1960 e 1970 – Concretismo, Abstracionismo

2.REALISMO – ARQUITETURA CIVIL URBANA BRASILEIRA

3. MOVIMENTO AS ARTES E OFÍCIOS – ART NOUVEAU

4. ARTE NA AMÉRICA LATINA EM OBRAS DE FRIDA KAHIO, DIEGO

RIVERA, JOSE CLEMENTE OROZCO.

MÚSICA

A) NOÇÕES SOBRE TEORIA MUSICAL – COMPOSIÇÃO MUSICAL,

PARTITURA, NOTAS MUSICAIS

B) PRINCIPAIS COMPOSITORES BRASILEIROS

C) MÚSICA FOLCLÓRICA E CANTIGAS DE RODA

DANÇA

A) DANÇAS FOLCLÓRICAS NO BRASIL E SUAS ORIGENS.

TEATRO

A) HISTÓRIA DO TEATRO BRASILEIRO

PESQUISAS: a) Trabalho individual sobre pintores do Impressionismo –

Claude Monet, Edgar Degas e Pierre Auguste Renoir.

b) Instrumentos musicais – falar sobre o surgimento da guitarra elétrica e

o cavaquinho

c) Compositores brasileiros – Catálogo de Água

ATIVIDADES PRÁTICAS

a) Composição Decorativa Simétrica em quatro fases.

PROJETO COM O TEMA; ÁGUA






Profª Vera Lessa - 9º anos

 
 ARTES VISUAIS

1.PÓS-IMPRESSIONISMO

2.EXPRESSIONISMO

3.CUBISMO

4.ARTE NO BRASIL

MÚSICA

a) NOÇÕES SOBRE TEORIA MUSICAL

b) COMPOSITORES BRASILEIROS

c) HISTÓRIA DA GUITARRA ELÉTRICA E DO CAVAQUINHO

TEATRO:

a) HISTÓRIA DO TEATRO BRASILEIRO

b) ELEMENTOS DO TEATRO – PERSONAGENS, CENÁRIOS.

DANÇA

A) DANÇAS FOLCLÓRICAS

B) ESTILOS DE DANÇA

PESQUISAS INDIVIDUAIS:

A) Pintores do Movimento Artístico PÓS IMPRESSIONISMO – Van Gogh,

Toulouse-Lautrec e Paul Cezanne

B) Compositores Brasileiros – Catálogo de Arte

C) Instrumentos Musicais – História da Guitarra Elétrica

PROJETO COM O TEMA; ÁGUA

3º Bimestre


Profª. Isis- 6º anos

Arte Gótica
Arte Pré-colombiana


Profª. Isis- 7º anos

Elemento da Linguagem teatral
Principais Gêneros teatrais


Profª Vera Lessa- 8º anos


 1.ARTES VISUAIS

a)Art Nouveau – Brasil e Europa

b)Murais Mexicanos – Arte Mexicana

c) Modernismo Brasileiro – Semana de Arte Moderna – 1922

2.DESENHO GEOMÉTRICO

a) Conceitos sobre retas, semi-retas, linhas

b) Espaço e Forma

c) Figuras geométricas: quadrado, retângulo, losango, triângulos.

3.MÚSICA

a) Principais compositores brasileiros

4. ATIVIDADES PRÁTICAS

a) Construção de objetos tridimensionais utilizando material reciclado

b) Releitura de obras de arte do Modernismo Brasileiro – desenho e pintura

c) Confecção de capa de livro (releitura)


Profª Vera Lessa- 9º anos

ARTES VISUAIS:

1.MOVIMENTOS ARTÍSTICOS DESENVOLVIDOS NO SÉCULO XX

a) Abstracionismo- relação de elementos da linguagem visual.

b)Dadaísmo – Marcel Duchamp  e o readymade

c)Surrealismo – valorização das pesquisas científicas sobre inconsciente e

sonhos, em expressões artísticas: Influência das teorias de Freud.

d)Op Art e Pop Art

e)Vanguardas brasileiras nas décadas de 1960 e 1970 – arte durante a

ditadura militar no Brasil.

2. ATIVIDADES PRÁTICAS:

a) Construção de objetos tridimensionais, por meio de figuras geométricas:

Quadrado, Retângulo, Losango e triângulos Equilátero, Isósceles e  Escaleno.

b) Releitura de obras de arte (desenho e pintura)

c) JOGRAL – poesia de Carlos Drummond de Andrade

3. PESQUISAS sobre  Arte Africana e Arte Indígena

Nenhum comentário:

Postar um comentário